Linhas de Pesquisa

O Laboratório de Bioanalítica Paracelsus foi criado em 2010.

O Laboratório tem atuado em pesquisas interdisciplinares com foco na toxicologia, integrando áreas de química, ciência de alimentos, farmácia e agronomia.

​As principais linhas de pesquisa compreendem:

Contaminantes emergentes no ambiente – Fármacos de uso humano e veterinário e produtos de cuidados pessoais

  • Estudos de sorção, dessorção e dissipação de insumos farmacêuticos ativos em solos.

  • Fotodegradação de insumos farmacêuticos ativos em solos.

  • Determinação de resíduos de contaminantes emergentes em matrizes ambientais por cromatografia líquida de ultra-alta eficiência associada a espectrometria de massas sequencial (UPLC-MS/MS).

  • Degradação de insumos farmacêuticos ativos por processos oxidativos avançados.

  • Desenvolvimento e validação de métodos.

  • Impacto ambiental do uso de antimicrobianos na aquicultura.

 

Compostos potencialmente tóxicos em alimentos

  • Desenvolvimento e validação de métodos analíticos multiresíduos para a determinação de resíduos de antimicrobianos e antiparasitários em alimentos.

  • Avaliação de preparo de amostra: extração em fase sólida com e sem aplicação de potencial elétrico, polímeros de impressão molecular, extração assistida por líquido pressurizado e outros.

  • Adulteração de especiarias.

 

Ensaios de depleção para estabelecimento de período de carência de fármacos veterinários

  • Estudos farmacocinéticos de antimicrobianos em animais e estabelecimento do período de carência;

  • Ensaios de depleção de antimicrobianos em peixes e avaliação de resistência microbiana.

 

Cosméticos

  • Determinação do fator de proteção solar por espectroscopia NIR e cromatografia líquida associada a quimiometria.

  • Compostos tóxicos (N-nitrosaminas) em cosméticos. 

 

 

Paracelsus

Philippus Aureolus Theophrastus Bombast von Hohenheim, conhecido como Paracelsus nasceu em 1493, em Einsiedeln, Suíça. Foi médico, filósofo, alquimista, químico e astrólogo. Revolucionou a medicina de seu tempo ao antecipar a homeopatia e o uso da química no tratamento médico. Foi considerado o idealizador da farmacologia moderna.

Segundo Paracelsus - "Todas as coisas são um veneno e nada existe sem veneno, apenas a dosagem é razão para que uma coisa não seja um veneno"

Universidade Estadual de Campinas